+35
°
C
+38°
+27°
Teresina
Segunda, 07
Terça
+37° +21°
Quarta
+38° +22°
Quinta
+38° +23°
Sexta
+37° +27°
Sábado
+37° +25°
Domingo
+36° +26°
Ver Previsão 7 Dias

VEREADOR FRANKLANDY ROMPE COM PREFEITO GUSTAVO MEDEIROS

VEREADOR FRANKLANDY ROMPE COM PREFEITO GUSTAVO MEDEIROS

POLÍTICA

por Aldo Melo

O vereador Franklandy (DEM), eleito no último pleito com 911 votos, usou a tribuna durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de União, realizada na última quinta-feira (03/09), para acusar o prefeito Gustavo Medeiros que também pertence à sigla do DEM, de estar lhe perseguindo politicamente.

Franklandy afirmou: “Sou mais uma vítima das perseguições do prefeito Gustavo Medeiros, quero dizer, que a primeira vez que votei neste prefeito foi quando ele se candidatou a deputado estadual. De lá pra cá, toda eleição que ele participou, eu estive do seu lado, trabalhando e votando ao seu favor.

E o troco que eu estou recebendo são as perseguições que venho sofrendo por parte do atual prefeito de União.

Ele estar tentando tirar as pessoas ligadas a este vereador.

Cito aqui, por exemplo, a enfermeira Andréia de David Caldas, que é ligada a minha pessoa, pois ele lhe ofereceu mais 20 horas com o propósito da mesma deixar minha amizade.

Tudo isto vem acontecendo a partir do momento que eu resolvi romper com esta administração, por não acreditar nela.

Outro exemplo é de um cidadão da região de Buriti Alegre, que toda eleição ele estar sempre comigo e me dá em torno de cento e cinquenta votos.

Lá ofereceram um salário mínimo para ele deixar de me apoiar. O senhor Antônio que mora na rua da Meia Noite, o motorista do prefeito foi lá com a proposta de lhe dá um emprego de vigia, na condição de deixar de votar no vereador Franklandy e votar no grupo do prefeito.

O senhor Antônio respondeu que preferia continuar cortando cana na convap do que deixar a amizade do vereador Franklandy.

Senhor prefeito, eu me admiro é que na campanha passada você não tinha dinheiro para comprar um carro novo para andar, como é que agora você anda de Amarok, de Hilux.

De onde você está tirando este dinheiro para comprar este povo? Da Eletrobrás não é.

Prefeito, o voto do vereador Franklandy é conquistado é com trabalho, não é comprado”. Finalizou o vereador.

Na foto abaixo o Vereador Franklandy (DEM), Oderico (PT) e Vicentin(PTB).

O vereador classificou a manobra do prefeito como golpe baixo e uma afronta ao direito democrático do cidadão de escolher e votar em quem quiser.

JORNAL DO CENTRO UNIÃO/PI
DO TAMANHO DO BRASIL
08.09.15