+35
°
C
+38°
+27°
Teresina
Segunda, 07
Tera
+37° +21°
Quarta
+38° +22°
Quinta
+38° +23°
Sexta
+37° +27°
Sbado
+37° +25°
Domingo
+36° +26°
Ver Previso 7 Dias

PARA QUE SERVE AS FORÇAS ARMADAS DO BRASIL?

PARA QUE SERVE AS FORÇAS ARMADAS DO BRASIL?

PARA QUE SERVE AS FORÇAS ARMADAS DO BRASIL?

As FORÇAS ARMADAS do BRASIL constituem um conjunto de Organizações Permanentes, Forças de Combate e de Defesa Naval, Aérea e Terrestre

 Dependendo do país, as Forças Armadas podem adotar designações oficiais alternativas como FORÇAS DE AUTODEFESA, FORÇAS MILITARES ou EXÉRCITOS.

 Na grande maioria dos países, as FORÇAS ARMADAS são Instituições Nacionais Permanentes e Regulares, organizadas com base na Hierarquia e na Disciplina, geralmente sob a autoridade direta do Ministro da Defesa ou equivalente, sob Autoridade Suprema do Chefe de Estado ou do Governo Federal, dependendo do regime político.

Destinam-se essencialmente à DEFESA MILITAR do país, podendo também - se a Lei Nacional o permitir - colaborar na garantia dos poderes constitucionais e na DEFESA DA LEI E DA ORDEM INTERNA.

As FORÇAS ARMADAS DO BRASIL é uma Instituição sólida e nacional, autorizada pela sua nação a usar a força - geralmente através do emprego de armas

- em defesa do território brasileiro (incluindo atacar outros países, em defesa dos interesses nacionais).

Isso pode ser feito através do combate real ou da simples ameaça do uso da força.

As FORÇAS ARMADAS DO BRASIL  tem a sua SOCIEDADE MILITAR dentro de uma SOCIEDADE CIVIL, ou seja, é uma sociedade dentro de outras sociedades.

A SOCIEDADE MILITAR é independente, tem a sua própria identidade formada em uma COMUNIDADE  AUTÔNOMA de Leis, Economia, Educação, Medicina e outros aspectos em relação a uma sociedade civil.

Ao estudo do emprego das FORÇAS ARMADAS chama-se de CIÊNCIA MILITAR.

Em termos gerais, a CIÊNCIA MILITAR considera três níveis de atuação ofensiva e defensiva:

1) ESTRATÉGICO,

2) TÁTICO

3) OPERACIONAL.

Em todos os níveis, é estudada a aplicação do uso da força no sentido de ser atingido o objetivo desejado para proteção as SOBERANIA NACIONAL.

Ao som do nosso Hino Nacional, registramos a nossa homenagem, respeito, apreço e total confiança no compromisso patriótico das FORÇAS ARMADAS com um BRASIL gigante, independente, soberano, norteado pelos valores da ordem e do progresso, e acima de tudo,sem ideologias comunistas.

 

INTERVENÇÃO MILITAR FEDERAL JÁ !

 

JORNAL DO CENTRO

14.09.15

          Hino do Brasil

O Dia da Independência está chegando! E o #Vídeodasemana traz um dos símbolos nacionais: o Hino Nacional!! 󾍇E então, gostou?! Tá esperando o que?#VempraFAB #EusigoaFAB

Posted by Força Aérea Brasileira on Sábado, 5 de setembro de 2015
DEFESA NACIONAL

Renan Calheiros/PMD-AL, presidente do Senado Federal, junto com o seu vice-presidente, o senador petista Jorge Viana/PT/AC, agendaram uma visita numa noite de quinta-feira (19.05.16) à ex-presidente afastada do cargo, Dilma Rousseff/PT-RS, no Palácio da Alvorada, em Brasília.

Eles foram ao Palácio da Alvorada para atender o pedido da própria ex-presidente Dilma Rousseff, que solicitou o encontro.

Essa seria a primeira reunião entre eles, após ela ter sido afastada do cargo de presidente da República. 

Ao chegarem a BAREIRA MILITAR, os parlamentares foram retidos pelos militares já próximos ao Palácio do Jaburu, local onde reside em Brasília o presidente da república interino, Michel Temer.

O acesso à ex-presidenta Dilma Rousseff (PT-RS), no Palácio do Alvorada, está sendo fortemente controlado pelo Exército Brasileiro.

Para ir ao outro lado, é preciso se identificar primeiro.

O nome do visitante é passado por rádio para o chefe da segurança, que verifica uma lista pré-estabelecida e, se for o caso, autoriza a entrada. Profissionais da imprensa estão proibidos de passar por enquanto.

PETISTAS PROTESTAM CONTRA A BARREIRA MILITAR.

Segundo a senadora petista Glaisi Hoffmann, por meio de uma postagem na rede social americana,"ninguém pode visitá-la, sem autorização prévia do vice-presidente Michel Temer/PMDB-SP."

A residência do presidente Michel Temer fica no mesmo caminho da residência da ex-presidente Dilma Rousseff.Renan Calheiros e Jorge Viana não foram autorizados à passarem em um primeiro momento.

Só depois de alguns telefonemas, os agentes de segurança receberam a autorização dos superiores para liberar o acesso aos parlamentares.

O vice presidente do Senado fez uma reclamação oficial, e pediu encarecidamente que as autoridades mudem este comportamento e liberem as visitas à Dilma Rousseff.

Para Viana, "o fato de ter sido retido é, no mínimo, estranho," e ele afirmou que chegou até mesmo a identificar-se como senador, assim como fez Renan Calheiros, mas de nada adiantou.

Foi necessário aguardar a autorização militar para que eles pudessem prosseguir até a residência de Dilma.

Viana informou que foi retido por duas vezes em três dias na mesma BARREIRA MILITAR, fez pronunciamento na tribuna do senado federal, chegandoa postar o conteúdo nas redes sociais. Assista:

DESEPERO DO SENADOR JORGE VIANA NO SENADO FEDERAL:

O senador Jorge Viana (PT-AC) denunciou, em seu pronunciamento ao plenário na última quinta-feira (19.05.16), o cerco que está sendo imposto à presidenta Dilma Rousseff.

Isso porque o Palácio do Jaburu, onde vive o  presidente Michel Temer, e cuja entrada fica 100 metros antes, passou a ser protegido por um grande contingente armado.

“Ninguém chega ao Palácio da Alvorada sem cair na armadilha de uma barreira, antes do Palácio do Jaburu. Vejam só em que país nós estamos vivendo”, protestou Viana.

Ele e Renan Calheiros, chefe de um dos três poderes, tiveram que esperar um longo tempo para serem autorizados a transpor a barreira criada por Temer.

“Se querem pôr barreira no Palácio do Jaburu, podem, devem até.

Mas não custava nada deixar uma das faixas livres, porque lá na frente tem a barreira do Palácio da Alvorada. Veja que situação nós estamos vivendo”, ponderou o senador.

“Eles têm controle absoluto de qualquer pessoa que queira ter algum tipo de contato com a presidenta Dilma. Isso significa que a presidenta eleita está sitiada? Que país é esse?”, protestou.

JORNAL DO CENTRO/DF

DO TAMANHO DO BRASIL

31.05.16

" />