+35
°
C
+38°
+27°
Teresina
Segunda, 07
Tera
+37° +21°
Quarta
+38° +22°
Quinta
+38° +23°
Sexta
+37° +27°
Sbado
+37° +25°
Domingo
+36° +26°
Ver Previso 7 Dias

MERENDA: MÃE SE REVOLTA COM A FALTA DE MERENDA EM ESCOLA

MERENDA: MÃE SE REVOLTA COM A FALTA DE MERENDA EM ESCOLA

EDUCAÇÃO

EM GOIANIA A CENA SE REPRETE

UMA MENSAGEM DE ALERTA AO MINISTÉRIO PÚBLICO DA EDUCAÇÃO.

ISTO ACONTECE NAS ESCOLA PÚBLICAS DE TERESINA, TAMBÉM.

ENQUANTO AS CRIANÇAS COMEM PÃO SECO, BISCOITO DURO, MELÂNCIA PODRE, FAROFA, IOGURTE MAIS COM ÁGUA COM AÇUCAR DO QUE LEITE COM MORANGO, CERTOS DIRETORES E DIRETORAS COMEM UM PRATÃO DE ARROZ COM CARNE DE PRIMEIRA, FEIJÃO PRETO COM MIÚDOS DE PORCO, SALADA, REFRINGENTE OU SUCO DE FRUTAS BEM GELADINHO.

TÁ DUVIDANDO?

VISITE UMA ESCOLA PÚBLICA DE TERESINA ADMINISTRADA PELO GOVERNO DO PSDB, E, COMPROVE O FATO COM SEUS PRÓPRIOS OLHOS E AO VIVO.

E O MAIS REVOLTANTE É QUE OS DESVIOS DE MERENDA SÃO PROMOVIDOS DO DIRETOR AO FAXINEIRO NESTAS ESCOLAS.

REPAREM O DIA EM QUE FUNCIONÁRIOS DESTAS ESCOLAS SAEM COM SUA SACOLINHA DE FRUTAS, CARNES, FEIJÃO, ARROZ,FARINHA, OLHANDO PARA OS LADOS, ASSUSTADOS, POR LEVAREM NA BOLSA CHEIA, ALGO QUE PERTENCE AS CRIANÇAS DA ESCOLA PARA PRODUÇÃO DE MERENDA ESCOLAR.

 TUDO ACONTECE COM O AVAL E CONIVENCIA DA DIREÇÃO E DO CORPO DOCENTE.

PASSEM A OBSERVAR A PARTIR DE HOJE.

QUANDO NÃO HÁ FALTA DE MERENDA ESCOLAR
CAUSADA POR CONTA DOS DESVIOS DE VERBAS PÚBLICAS PELAS MÃOS DE POLÍTICOS MERCENÁRIOS E CORRUPTOS NO PODER, O FATO CRIMINAL ACONTECE DENTRO DA ESCOLAS PÚBLICAS PELAS MÃOS DE ADMINISTRADORES CANALHAS, QUE FAZEM DA SUA FUNÇÃO PÚBLICA O MELHOR E MAIOR MEIO DE VIDA PROMISCUA, IMORAL E CRIMINOSA.

EM CADA ESTADO DE NOSSA FEDERAÇÃO,EXISTE UMA UNIDADE DO MINISTÉRIO PÚBLICO.

DENTRO DE CADA MINISTÉRIO PÚBLICO EXISTEM COMISSÕES COMPOSTAS POR PROMOTORES E PROMOTORAS DE JUSTIÇA, QUE ATUAM EM DEFESA DOS DIREITOS DO CIDADÃO EM VÁRIOS SETORES DA SOCIEDADE.

O MINISTÉRIO PÚBLICO DISPÕE DE UMA DIVISÃO
DEDICADA A RECEBER DENÚNCIAS E RECLAMAÇÕES
SOBRE AS IRREGULARIDADES NAS ESCOLAS PÚBLICAS 
OU PARTICULARES, COM INTUITO DE INVESTIGAR OS FATOS E PUNIR EXEMPLARMENTE A MÁ CONDUTA DE SEUS GESTORES.

O MINISTÉRIO PÚBLICO DA EDUCAÇÃO,EM SUA CIDADE, É RESPONSÁVEL DIRETO POR FORÇA DE LEI, PARA AMPARAR PAIS E ALUNOS EM TODAS AS REIVINDICAÇÕES.

FAÇA COMO ESTA MÃE PATRIOTA FEZ EM GOIANIA.

CHAME A IMPRENSA, O SEU VEREADOR E PRODUZA O SEU PRÓPRIO VÍDEO.

DENUNCIE O QUANTO ANTES  O DESVIO DE MERENDA ESCOLAR EM SUA ESCOLA E A MÁ CONDUTA DA DIREÇÃO E DO CORPO DOCENTE.

JORNAL DO CENTRO
24.09.15.

Revoltada, mãe denuncia que os dois filhos estão passando fome na unidade de ensino e desafia o prefeito Paulo Garcia a prestar contas sobre o quê tem feito com o dinheiro da merenda escolar da Escola Municipal Olegário Moreira Borges. A que ponto chegamos hein, prefeito?

Posted by Djalma Araújo Vereador on Quarta, 2 de setembro de 2015
EDUCAÇÃO

DENÚNCIA:

CRIANÇA É AGREDIDA POR PROFESSOR

EM ESCOLA DA PREFEITURA DE TERESINA/PI.

Wilson Cardoso, instrutor de judô do projeto Mais Educação do Governo Federal, vem agredindo crianças em escola da Prefeitura de Teresina.

Na manhã de quarta-feira(16.09.15), por volta das 11 horas, uma criança com inciais de N.D.A.N, de 9 anos, foi agredida pelo instrutor de judô do projeto Mais Educação do Governo Federal.

O infante é estudante na escola municipal Professor Didácio Silva, localizada na Avenida Marechal Hermes da Fonseca, 5105, bairro Lourival Parente, Zona Sul de Teresina.

A mãe da criança relatou a nossa reportagem a sua revolta e indignação, contra o instrutor de judô, conhecido por Wilson Cardoso.

Ao ir até a escola para buscar seus filhos menores, um deles queixou-se de que estava com  muita dor na perna direita, por ter levado uma joelhada violenta do tal instrutor de judô.

A criança conta que estava no patio da escola, conversando com seu coleginha, quando inesperadamente foi abordada com uma forte joelhada na perna direita, de  forma covarde, humilhante e cruel, fazendo a criança cair ao chão com fortes dores.

O outro irmão menor, que também estuda na escola, presenciou o fato, ajudando o infante a se levantar do chão.

O pai do menor agredido, foi até a escola para tirar satisfação com o instrutor de judô, e com a direção da escola sobre este fato vergonhoso e inaceitável.

Ao chegar lá, percebeu que não havia dialogo com o agressor, que estava extremamente exaltado,  tentando ainda intimidar a criança agredida, a mãe e o próprio pai.

A Polícia Militar foi acionada imediatamente para ir até o local com intuito de conduzir o agressor até a delegacia mais próxima da região.

Justifica-se que de acordo com o ECA (Estatuto da Criança e do Adolecente), os direitos da criança agredida deveriam ser preservados com a punição exemplar do agressor.

A pai do menor vítima contou a nossa reportagem, que a POLÍCIA MILITAR DO PIAUÍ, lotada no 6º BATALHÃO DE POLICIAMENTO, demorou quase uma hora para chegar ao local, e quando chegaram, deram mais razão para o agressor(acusado) do que para a criança agredida em vias de fato, causando ainda mais indignação e revolta.

O tempo resposta da PM/PI é trágico, representando um grande favorecimento das ações criminosas, ainda mais quando não existe patrulhamento escolar na sertanias escolares.

Segundo o pai da criança, 3 policias que formavam a guarnição, entraram na escola para abordar o meliante e conduzi-lo até a delegacia, mais depois de quase 10 minutos dentro da escola, voltaram sem o agressor, orintando o pai da criança agredida a ir até uma delegacia, registrar um Boletim de Ocorrência, solicitar o Corpo Delito da Lesão Corporal e buscar os seus direitos na justiça.

Ou seja, a guarnição policial que foi chamada por cidadão para resgardar a sua segurança e a do filho menor, comprovadamente agredido, fazendo valer o DEVER DE OFICIO DA PM/PI segundo a orientação constitucional descrita no artigo 144 da Constituição Federal de 1988,não prestou para nada.

Apenas para impatar o tempo, e, gastar a gasolina da viatura policial comprada com dinheiro público de impostos.

Para a pai da criança, “A POLÍCIA MILITAR DO PIAUÍ está totalmente despreparada, com baixa auto estima, descoordenada em sua função de guardiã dos direitos da sociedade, com baixa capacidade de gestão e ação,  pouca competência ou nenhum compromisso sério para assegurar os direitos da sociedade, exposta a casos vergonhosos como este.”

Em países sérios, o agressor teria sido preso na hora, porém, na linha de raciocínio  da POLÍCIA MILITAR DO PIAUÍ, o agressor deve ficar solto para articular ainda mais prejuizos contra a sociedade de bem.

Além disso, as escolas administradas pela Prefeitura de Teresina, contratam qualquer um e sem nenhum preparo, qualificação profissional e boas referências, para se travestirem de: "Agentes Educadores", expondo a vida  e a formação de crianças a um alto risco de sofrerem abordagens vergonhosas, violentas, covardes e crueis, como a que esta sendo denunciada aqui.

A Escola Professor Didácio Silva tem a direção da diretora Antônia Osmelinda Gomes de Carvalho e da pedagoga Vitória, apelidada pelos pais de alunos de: "PEDALOCA", por conta dos gritos e intimidações que a servidora pública pratica contra os infantes durante o período de aula.

Na próxima matéria, vamos mostrar tudo o que acontece dentro desta escola contra a dignidade, asegurança, o bem estar e a saúde psicológica dos alunos e alunas que vem sofrendo bulling por meio de gritos, intimidações e agressões.

PORTAL DO CENTRO TERESINA/PI 
 
DO TAMANHO DO BRASIL
 
16.09.15

 

 CURTA NOSSA PÁGINA E RECEBA NOTÍCIAS EM TEMPO REAL 

 

https://www.facebook.com/portaldocentroteresina.pi/

 

" />