+35
°
C
+38°
+27°
Teresina
Segunda, 07
Tera
+37° +21°
Quarta
+38° +22°
Quinta
+38° +23°
Sexta
+37° +27°
Sbado
+37° +25°
Domingo
+36° +26°
Ver Previso 7 Dias

MÁFIA DA FAMÍLIA GAROTINHO TENTA COAGIR MÉDICO PARA IMPEDIR PRISÃO

MÁFIA DA FAMÍLIA GAROTINHO TENTA COAGIR MÉDICO PARA IMPEDIR PRISÃO

JUDICIÁRIO

A MATÉRIA QUE SUMIU DAQUI VAI JÁ VOLTAR NO AR

AGUARDEM!

Deputada Federal Clarissa Garotinho desesperada tenta arrumar um "jeitinho" de descumprir a decisão do Juiz Glaucenir que determinou a imediata transferência de Garotinho pro Hospital Penitenciário de Bangu. Tenta coagir um médico a fazer o que ela quer.

Publicado por Eliz Patriota Thomaz em Quinta, 17 de novembro de 2016

Tá com medinho da cadeia, bandido?? Acabou a farra com nosso dinheiro seus corruptos!!

Publicado por Eliz Patriota Thomaz em Sexta, 18 de novembro de 2016
PODER JUDICIÁRIO

O juiz Sergio Moro em decisão inesperada, revogou no início desta tarde desta quinta-feira(22.09.16), a prisão do ex-ministro da fazenda GUIDO MANTEGA.

Guido Mantega já está em liberdade condicional.

A decisão de Moro deu-se em decorrência do fato do ex-ministro ter sido preso quando acompanhava sua mulher em uma cirurgia no Hospital Albert Einstein, zona sul de São Paulo – fato do qual não sabiam o juiz ou a Polícia Federal.

Em seu despacho, Moro diz considerar que Mantega não oferece riscos para a "colheita das provas" procuradas pela OPERAÇÃO LAVA JATO.

No trecho do despacho, Moro explicou claramente o motivo de sua decisão: 

"Considerando os fatos de que as buscas nos endereços dos investigados já se iniciaram e que o ex-ministro acompanhava o cônjuge no hospital e, se liberado, deve assim continuar, reputo, no momento, esvaziados os riscos de interferência da colheita das provas nesse momento", disse Moro no despacho.

O  juiz Federal Sérgio Moro, sensibilizado com  o fato de que Mantega acompanhava sua mulher em um tratamento de saúde contra o câncer,  e dentro do hospital Albert Einstein, zona sul de São Paulo, onde esla seria submetida a uma cirurgia, oficializou a decisão de revogar a prisão de Guido Mantega.

Segundo informações preliminares, a esposa de Guido Mantega desenvolveu a doença desde 2011, seguindo rigoroso tratamento médico. 

Mantega foi preso pela POLÍCIA FEDERAL DO BRASIL na 34ª fase da OPERAÇÃO LAVA JATO denominada ARQUIVO X, ainda na portaria do hospital, após receber a ligação dos agentes que cumpriam o MANDATO.

A decisão de revogar a prisão foi tomada pelo juiz frderal Dr. Sérgio Moro, sem consultar o MPF/PR( Ministério Público Federal do Paraná) ou os delegados da Polícia Federal.

Moro diz que as autoridades responsáveis pela Lava Jato, não sabiam que a mulher de Mantega seria submetida a uma cirurgia nesta quinta-feira(22.09.16).

Em um novo trecho da decisão judicial do juiz federal Dr. Sérgio Moro, a justificativa clareia o entendimento.

Moro escreveu:

"Sem embargo da gravidade dos fatos em apuração, noticiado que a prisão temporária foi efetivada na data de hoje quando o ex-ministro acompanhava o cônjuge acometido de doença grave em cirurgia.

Tal fato era desconhecido da autoridade policial, MPF e deste juízo.

Segundo informações colhidas pela autoridade policial, o ato foi praticado com toda a discrição, sem ingresso interno no hospital", 

Em seu despacho preliminar, o Dr. Sérgio Moro escreveu:

“Com base nesses fatos e para preservar as buscas e apreensões, acolhi pedido do MPF para decretação da prisão temporária dele e de outros investigados. 

Moro diz que as autoridades responsáveis pela OPERAÇÃO LAVA JATO não sabiam que a mulher de Mantega seria submetida a cirurgia nesta quinta-feira(22.09.16)

PORTAL DO CENTRO
DO TAMANHO DO BRASIL
22.09.16
" />