+35
°
C
+38°
+27°
Teresina
Segunda, 07
Tera
+37° +21°
Quarta
+38° +22°
Quinta
+38° +23°
Sexta
+37° +27°
Sbado
+37° +25°
Domingo
+36° +26°
Ver Previso 7 Dias

LAVA JATO CHEGA AO PIAUÍ E PODERÁ PRENDER O SENADOR CIRO NOGUEIRA

LAVA JATO CHEGA AO PIAUÍ E PODERÁ PRENDER O SENADOR CIRO NOGUEIRA

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

 CIRO NOGUEIRA É ACUSADO DE DESVIAR R$ 2 MILHÕES DE REAIS.

 A OPERAÇÃO LAVA JATO chegou ao Piauí com a FORÇA TAREFA do MPF/PR e da POLÍCIA FEDERAL/PR. 

A qualquer momento, dezenas de POLÍTICOS CORRUPTOS do Piauí, envolvidos em um forte esquema de CORRUPÇÃO POLÍTICA, LAVAGEM DE DINHEIRO, FORMAÇÃO DE QUADRILHA, DESVIO DE DINHEIRO PÚBLICO e promoção do CRIME POLÍTICO ORGANIZADO dentro do estado, serão presos pelos agentes da POLÍCIA FEDERAL, conduzidos ao estado do Paraná, onde passarão o NATAL NA CADEIA. 

Autoridades de fachada do Judiciário Estadual do Piauí, também poderão ser alvos de prisões, caso seja comprovado associação criminosa aos políticos investigados em nova fase da LAVA JATO. 

No CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, várias ações contra estas autoridades de fachada ou corruptas do Judiciário Estadual do Piauí virão a tona, revelando grandes escândalos a sociedade piauiense. È só aguardar as próximas notícias no Portal do Centro. 

Acostumados com a IMPUNIDADE do STATUS QUO, a CLASSE POLÍTICA CORRUPTA do Piauí está em polvorosa com a movimentação rápida e eficiente do JUDICIÁRIO FEDERAL DO PARANÁ, que tem a frente a coordenação do maior juiz federal do Brasil, o Dr. Sérgio Moro, o Procurador Federal, Dr. Deltan Dallagnol e sua equipe de Auditores. 

Agentes Federais da POLÍCIA FEDERAL do Paraná já estão em Teresina, capital do estado do Piauí, cumprindo tarefas de investigações para em breve dar cabo de vários mandatos de prisão preventiva e condução coercitiva de indiciados por crimes investigados na OPERAÇÃO LAVA JATO. 

Órgãos de Imprensa já estão vigilantes para acompanhar o show de prisões da JUSTIÇA FEDERAL DO PARANÁ na capital piauiense. 

O CASO EMBLEMÁTICO DO SENADOR CIRO NOGUEIRA(PP/PI), É O ESPELHO QUE RETRATA CRIMES DE CORRUPÇÃO SISTÊMICA INSTITUCIONALIZADA, AINDA IMPUNE NO ESTADO AO PIAUÍ. 

CIRO NOGUEIRA (PP-11/PI), senador da República, é o alvo principal da OPERAÇÃO LAVA JATO dentro do estado do Piauí. 

A PGR/BR aponta na DENUNCIA ao STF o registro de vários crimes de CORRUPÇÃO que pesam contra CIRO NOGUEIRA, o que irá comprometer ramificações políticas ligadas a ele revelando outros criminosos. 

A PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA acusou o senador por desvio de R$ 2 milhões de Reais da PETROBRÁS por meio de recebimento de PROPINAS. 

NOGUEIRA foi denunciada ao STF pelo procurador RODRIGO JANOT, que nos AUTOS DA AÇÃO noticiou os crimes CORRUPÇÃO PASSIVA, praticados em 23 OPERAÇÕES DE LAVAGEM DE DINHEIRO PÚBLICO. 

O senador CIRO NOGUEIRA (PP-11/PI) sempre se apresentou ao público com um Slogan, “VOCÊ CONHECE, VOCÊ CONFIA”, polarizando uma campanha publicitária milionária em centenas de OUTDOORS espalhados pelo estado do Piauí, além de outras mídias.

No entanto, diferente do que pensa seus eleitores fanáticos e alienados, ou sua assessoria de imprensa paga com dinheiro público, a PGR/BR afirma o seguinte: 

“NOGUEIRA fazia parte do grupo de lideranças do Partido Progressista Nacional (PP-11), que participava de um FORTE ESQUEMA DE CORRUPÇÃO e LAVAGEM DE DINHEIRO PÚBLICO relacionado à Diretoria de Abastecimento da Petrobrás.” 

A DENÚNCIA da PGR/BR foi protocolada no STF e chegou às mãos do ministro Teori Zavascki, relator da OPERAÇÃO LAVA JATO no Supremo, o qual submeterá em seguida seu voto à 2ª Turma. 

Caso a denúncia seja aceita, CIRO NOGUEIRA passará a responder a AÇÃO PENAL na condição de RÉU. 

A suposta exigência da PROPINA feita por CIRO NOGUEIRA foi descoberta após o relato da DELAÇÃO PREMIADA do empreiteiro preso na OPERAÇÃO LAVA JATO, RICARDO PESSOA, presidente da UTC ENGENHARIA. 

O ESQUEMA DE CORRUPÇÃO foi devidamente comprovado por documentos e grampos telefônicos incluídos na DENÚNCIA DA PGR/BR. 

Na DELAÇÃO PREMIADA do empreiteiro RICARDO PESSOA, presidente da UTC ENGENHARIA e ainda de WALMIR PINHEIRO,  ex-diretor da empreiteira, o presidente do PARTIDO PROGRESSISTA (PP-11), CIRO NOGUEIRA, foi apontado como beneficiário do valor de R$ 2 milhões de reais em PROPINA. 

Em sua delação, PESSOA conta que mandou entregar em 2014 a ordem de R$ 1,5 milhão de reais em espécie ao senador do Piauí, recebidos diretamente na residência do parlamentar do Piauí. 

Segundo o DELATOR, outros pagamentos de PROPINA ainda foram realizados por meio de DEPÓSITOS PULVERIZADOS em contas bancárias pessoais do senador CIRO NOGUEIRA, seguindo uma ESTRATÉGIA MAQUIAVÉLICA para evitar a IDENTIFICAÇÃO dos DEPOSITANTES e a respectiva COMUNICAÇÃO DAS OPERAÇÕES BANCÁRIAS ao CONSELHO DE CONTROLE DE ATIVIDADES FINANCEIRAS (COAF), o que acabou de fato ocorrendo. 

Outros R$ 475 mil reais foram pagos, por meio de CONTRATOS FANTASMAS comum escritório de advocacia (?). Qual seria este escritório de advocacia e o advogado responsável? 

A ACUSAÇÃO DA PGR/BR revela que entre Fevereiro e Março de 2014, a UTC ENGENHARIA mandou entregar o valor de R$ 1,5 milhões de reais em espécie na residência do senador CIRO NOGUEIRA, levados por Fernando Mesquita de Carvalho Filho, homem de confiança da empreiteira que também é um dos acusados na DENÚNCIA. 

O DELATOR contou ainda ao MPF/PR, que repassaria mais R$ 256 mil reais ao senador CIRO NOGUEIRA se não tivesse sido preso pela POLÍCIA FEDERAL DO PARANÁ em novembro de 2014. 

O empresário disse que pagou as PROPINAS ao senador CIRO NOGUEIRA porque tinha interesse em projetos do MINISTÉRIO DAS CIDADES, administrado à época pelo PP. 

DEPOIMENTO DE CIRO NOGUEIRA NO STF: 

Em depoimento no inquérito a que responde no SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, CIRO NOGUEIRA negou participar do ESQUEMA DE CORRUPÇÃO SISTÊMICA, conforme as ACUSAÇÕES protocoladas pela PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA DO BRASIL, pelas mãos de RODRIGO JANOT. 

O senador declarou que “vem de família rica”, e tem uma renda mensal no valor de R$ 200 mil reais em conjunto com sua esposa, a deputada Federal IRACEMA PORTELA(PP-11/PI). 

NOGUEIRA informou ainda que, usufrui de PLANO DE SAÚDE custeado pelo SENADO FEDERAL e sua esposa pela CÂMARA DOS DEPUTADOS FEDERAIS, sem limites de gastos. 

REVELAÇÕES BOMBÁSTICAS DA PGR/BR

CONTRA CIRO NOGUEIRA (PP-11/PI). 

O PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA, RODRIGO JANOT, faz uma REVELAÇÃO BOMBÁSTICA sobre o senador da República CIRO NOGUEIRA (PP-11/PI). 

JANOT revelou que  CIRO NOGUEIRA(PP/PI) cometeu CRIMES DE CORRUPÇÃO em 23 OPERAÇÕES DE LAVAGEM DE DINHEIRO PÚBLICO. 

Outras quatro pessoas também foram denunciadas pelo procurador, inclusive RICARDO PESSOA. 

Nos autos da AÇÃO PENAL contra CIRO NOGUEIRA, JANOT solicita ao STF que o senador seja condenado à PERCA DO MANDATO e da FUNÇÃO PÚBLICA por VIOLAR SEUS DEVERES LEGAIS junto a SOCIEDADE, INFRINGIR OS PRINCIPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA e USURPAR a imagem do PODER PÚBLICO FEDERAL. 

A DENÚNCIA oferecida ao STF pelo  INQUÉRITO PENAL 4074 pede a condenação de RICARDO PESSOA pelo CRIME DE CORRUPÇÃO ATIVA e dos outros envolvidos, incluindo o senador CIRO NOGUEIRA, por CORRUPÇÃO PASSIVA e LAVAGEM DE DINHEIRO. 

BUSCA E APREENSÃO DE BENS NA CASA OU EMPRESAS  

DE CIRO NOGUEIRO EM TERESINA, CAPITAL DO PIAUÍ. 

O PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA também quer a decretação da PERDA DOS BENS E VALORES OBJETO DE LAVAGEM DE DINHEIRO PÚBLICO no valor de R$ 2 MILHÕES DE REAIS, e ainda, REPARAÇÃO DE DANOS MORAIS E MATERIAIS no valor de mais R$ 2 MILHÕES DE REIAS, somando a ordem de R$ 4 MILHÕES DE REAIS em favor dos COFRES PÚBLICOS DA UNIÂO. 

JANOT pede ainda a decretação da CASSAÇÃO DA FUNÇÃO PÚBLICA para os condenados, detentores de CARGOS ou EMPREGO PÚBLICO ou MANDATO ELETIVO. 

No entanto, é muito provável que este seja mais um caso que poderá ficar IMPUNE NO BRASIL, correndo o risco do PORCESSO PENAL ser ARQUIVADO por conta da perca do PRAZO DE JULGAMENTO e cair no esquecimento, tal qual está acontecendo no caso das PLANILHAS DE DOAÇÕES DE PROPINAS da ODEBRECH encontradas pela POLÍCIA FEDERAL na casa de uma dos direitores da empreiteira, revelando mais de 300 políticos em todo o Brasil como beneficiários do ESQUEMA DE CORRUPÇÃO e LAVAGEM DE DINHEIRO PÚBLICO. 

JORNAL DO CENTRO

DO TAMANHO DO BRASIL

PIAUÍ / PI

18.11.16