+35
°
C
+38°
+27°
Teresina
Segunda, 07
Tera
+37° +21°
Quarta
+38° +22°
Quinta
+38° +23°
Sexta
+37° +27°
Sbado
+37° +25°
Domingo
+36° +26°
Ver Previso 7 Dias

IRMÃO GAROTINHO, EX-GOVERNADOR DO RIO É PRESO PELA POLÍCIA FEDERAL

IRMÃO GAROTINHO, EX-GOVERNADOR DO RIO É PRESO PELA POLÍCIA FEDERAL

POLÍCIA FEDERAL DO BRASIL

Conhecido como "Irmão Garotinho" no meio evangélico, o ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho(PR-22/RJ), foi preso na manhã de quarta-feira(16.11.16) peça POLÍCIA FEDERAL DO BRASIL. 

Garotinho foi o alvo da OPERAÇÃO CHEQUINHO, solicitada pelo Judicário Eleitoraral do Rio de Janeiro para investigar CRIMES ELEITORAIS praticados por ele, que acabou revelando um forte esquema de COMPRA DE VOTOS em em Campos dos Goytazazes, zona Sul do Rio.

A Polícia Federal deu VOZ DE PRISÃO ao ex-governador em sua própria casa, localizada no bairro Flamengo, zona sul do Rio.

As investigações revelaram que Garotinho era o cabeça de uma ORCRIM (Organização Criminosa) para colocar em ação a efetivação de CRIMES ELEITORAIS, dos quais a COMPRA DE  VOTOS por meio do programa social público CHEQUE CIDADÃO, era usado criminosamente para consumar o fato.

Após as conclusões das investigações, o juiz eleitoral Glaucenir Silva de Oliveira expediu imediantamente a ORDEM DE PRISÃO contra o ex-governador do Rio Anthony Garotinho, que ocupa ainda o cargo de Secretário de Governo de Campos dos Goytacazes no governo da prefeita Rosinha Garotinho (PR-22/RJ), sua mulher.

Garotinho é membro da Igreja Presbiteriana do Brasil, e tornou-se uma das maiores lideranças igrejas evangélicas do Rio de Janeiro, onde assumiu a fiança e coordenação da campanha à prefeito do Rio de Marcelo Crivella(PRB-10/RJ), sobrinho de Edir Macedo, dono da Igreja Universal.

O vice na chapa do candidato Marcelo Crivella(PRB-10/RJ), ganhador das eleições a prefeito do Rio, é Fernando MacDowell(PR-22/RJ), indicado por Garotinho, pai de Clarissa Garotinho(PR-22/RJ), uma das deputadas federais mais votadas nas eleições do Rio.

A prisão do ex-governador pelo seu envolvimento em um grande escândalo de COMPRAS DE VOTOS com a utilização do programa social CHEQUE CIDADÃO, atingiu em cheio Marcelo Crivella, sobrinho do Edir Macedo, dono da Igreja Universal.

Isto por conta da grande dificuldade que o novo prefeito Marcelo Crivella terá para enfrentar a opinião pública de que sua gestão na prefeitura do Rio será mesmo "honesta, trânsparente e eficiente", já que com a prisão de Garotinho por CRIMES ELEITORAIS, complica ainda mais a montagem do primeiro escalão na prefeitura do Rio.

 ESQUEMA CRIMINOSO DE COMPRA DE VOTOS

Para o delegado da Polícia Federal, Paulo Cassiano, responsável pelas investigações e prisão do ex-governador, Garotinho era o LÍDER da ORCRIM (Organização Criminosa), fazendo uso ilegal do programa CHEQUE CIDADÃO da prefeitura de Campos dos Goytazazes, zona sul do Rio, para efetivar a COMPRA DE VOTOS em favor da campanha de sua mulher, Rosinha Garotinho, e, consequentemente, fraudando o resultado das eleições em Campos dos Goytacazes.

SERÁ QUE TAL PLEITO ELEITORAL SERÁ ANULADO PELA
JUSTIÇA ELEITORAL, POR CONTA DESTA FRAUDE?

O programa social CHEQUE CIDADÃO, concede benefícios no valor de até R$ 200,00 para famílias de baixa renda em Campos.

A POLÍCIA FEDERAL já havia detido a ex-coordenadora do programa social CHEQUE CIDADÃO, Gisele Koch, junto com o vice-presidente da Câmara de Vereadores de Campos, Thiago Virgílio, que está proibido de ter acesso a casa. Dois vereadores locais também foram presos pelo mesmo motivo.

 COMO FUNCIONAVA O ESQUEMA CRIMINOSO DE
COMPRA DE VOTOS, LIDERADO POR GAROTINHO?

Segundo a Polícia Federal, a ORCRIM (Organização Criminosa) colhia documentos de ELEITORES, efetiva o cadastro no programa social CHEQUE CIDADÃO, com habilitação imediata de pagamentos de benefícios em dinheiro no valor de até R$ 200 reais, inflando ainda mais os gastos públicos municipais, aumentando o volume de pagamentos de benefícios a pessoas fora das condições de baixa renda e pior, usurpando gravemente os principios étcos da Administração Pública.

Os dados apontam que dos 30 mil cadastros no programa CHEQUE CIDADÃO, 18 mil pessoas de classe média e fora da faixa de baixa renda, recebiam ilegalmente os benefícios.

A prefeitura de Campos divulgou NOTA em Setembro de 2016, afirmando que: "O programa social cumpre rigorosamente a legislação eleitoral, e que, respeita os critério técnicos, inclusive, realizando cadastramentos periódicos a fim de evitar possíveis distorções na concessão dos benefícios."

GRAVES ACUSAÇÕES PESAM CONTRA GAROTINHO.

Durante a gestão de garotinho como governador do Rio, de 1999 à 2002, diversas acusações de CORRUPÇÃO vieram a tona em 2010, entre elas, uma denúncia gravíssima de FORMAÇÃO DE QUADRILHA.

Assista o escracho em Gartoinho feito pelo senador e médico Ronaldo Caiado(DEM-25/GO), na tribuna da Câmara dos Deputados Federais, ainda quando era deputado Federal.

Segundo um processo que tramitou na primeira instância do Rio, Garotinho teria agido em favor das MILÍCIAS CRIMINOSAS do Rio de Janeiro.

Como Deputado Federal, Garotinho foi um dos articuladores da bancada dos políticos com status de evengélicos, na Câmara do Deputados Federais.

JORNAL DO CENTRO

DO TAMANHO DO BRASIL

 

RIO DE JANEIRO/RJ

16.11.16