+35
°
C
+38°
+27°
Teresina
Segunda, 07
Tera
+37° +21°
Quarta
+38° +22°
Quinta
+38° +23°
Sexta
+37° +27°
Sbado
+37° +25°
Domingo
+36° +26°
Ver Previso 7 Dias

DONOS DE PAREDÕES DE SOM ATERRORIZAM O SOSSEGO PÚBLICO DAS NOITES DE TERESINA

DONOS DE PAREDÕES DE SOM ATERRORIZAM O SOSSEGO PÚBLICO DAS NOITES DE TERESINA

SEGURANÇA PÚBLICA

O JORNAL DO CENTRO TERESINA SUL, recebeu várias reclamações de leitores sobre as ações de PERTUBAÇÃO DE SOSSEGO NOTURNO, promovido por DONOS DE PAREDÕES DE SOM AUTOMOTIVO, que sem temor e nem pudor, agridem descaradamente as famílias que moram em áreas residenciais de Teresina. 

Sabe-se que onde tem PAREDÕES DE SOM NOTURNO, tem venda de drogas, bebidas alcoólicas aos participantes que também podem estar armados ilegalmente, colocando em risco toda uma sociedade já bastante desgastada pela incompetência de um estado opressor, comunista, de esquerda socialista, totalitário e negligente, quando o assunto é proteger a soberania do cidadão de bem que paga seus impostos. 

Na noite do dia 24 para o dia 25 de Dezembro, acompanhamos o DRAMA vivido por alguns leitores do JORNAL DO CENTRO, que por telefone, relataram a nossa reportagem ter ligado mais de 20 vezes para a Polícia Militar do Piauí, sofrendo descaso por meio do desligamento do telefone na cara. 

OS DONOS DE PAREDÕES DE SOM AUTOMOTIVO que promovem a PERTURBAÇÃO DO SOSSEGO ALHEIO devem ser fiscalizados a altura de suas infrações, como manda a LEI. 

Teresina já é considerada uma terra sem LEI, sem DEFENSORES ou GUARDIÕES DA LEI e da ORDEM PÚBLICA, quando o assunto é SOSSEGO PÚBLICO NOTURNO. 

Nada se resolve na cidade de Teresina para que os DONOS DE PAREDÕES DE SOM sejam disciplinados a respeitar o SOSSEGO PÚBLICO. 

E se não respeitam nem a si mesmos, que dirá aos moradores que precisam dormir em paz com suas famílias após a 10 horas da noite.  

Fazemos aqui um alerta ao Ministério Público Estadual e Federal, para que imponha respeito nesta questão em todo o estado do Piauí.  

Os FATOS precisam ser investigados com profundidade. 

Como explicar que DONOS DE PAREDÃO DE SOM AUTOMOTIVO, sem estar empregados, sem ter alguma fonte de renda honesta que justifiquem ganhos financeiros necessários pra a compra de PILHAS DE SOM AUTOMOTIVO e do veículo, consigam tal feito? 

O que se sabe é que, muitos DONOS DE PAREDÕES DE SOM estacionam em postos de gasolina, imediações de casas de shows ou outros locais na área urbana ou rural, utilizando o SOM AUTOMOTIVO como PANO DE FUNDO para atrair pessoas sem noção da própria existência, promovendo a venda de drogas, aliciamento de menores, prostituição infantil, consumo de bebidas alcoólicas, venda e troca de armas e munição, e, portanto, atentando contra a LEI e contra a ORDEM PÚBLICA. 

A verdade é que cada dia que passa, a criminalidade avança sem temor e nem pudor em Teresina e em todo o estado do Piauí. 

Isto se deve a  incompetência da Polícia Militar do Piauí, que parece estar vivendo muito bem em sua zona de conforto, dormindo em berço esplendido. 

Falta fiscalização do Ministério Público Estadual e Federal na instituição Militar, e mais ainda, investigações implacáveis da Polícia Civil em seu setor chamado "DELEGACIA DO SILÊNCIO", que deveria ser instalada nas principais cidades do estado do Piauí para atuar segundo o seu DEVER DE OFÍCIO.  

Por enquanto, os DONOS DE PAREDÕES DE SOM AUTOMOTIVO continuam fazendo sua parte como CONTRAVENTORES DA LEI e da ORDEM PÚBLICA. 

Eles continuam IMPUNES e rindo a toa da cara da POLÍCIA e das autoridades, enquanto Omissas, Negligentes e Despreparadas para assegurar a LEI e a ORDEM PÚBLICA em favor do cidadão de bem de Teresina ou do estado inteiro. 

A sociedade de Teresina vive dias de grande impotência, pânico, medo e perturbação social, o que já está gerando um fator de FAZER JUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS. 

Ainda mais quando a população é sufocada pela ação dos DONSO DE PAREDÕES DE SOM AUTOMOTIVO, meliantes em potencial que trocam o dia pela noite, promovendo uma irritante PERTURBAÇÃO DO SOSSEGO PÚBLICO em áreas residenciais, postos de gasolina e nas imediações de casas noturnas. 

A POPULAÇÃO DE TERESINA ESTA REFÉM DE BANDIDOS E SEM

AMAPARO DO ATENDIMENTO DA POLÍCIA MILITAR DO PIAUÍ. 

Se não bastasse isso, a população de Teresina sofre mais ainda quando liga para o telefone 190 da Polícia Militar do Piauí, que não funciona como deveria, deixando em risco a vida de pessoas numa cidade inteira. 

Quem liga para a Polícia Militar do Piauí para exigir o cumprimento do DEVER DE OFÍCIO dela, na preservação da LEI e da ORDEM PÚBLICA, ficará inevitavelmente pendurado num sistema de espera telefônica que obriga a cidadão ouvir repetidamente mais PROPAGANDA ENGANOSA por meio de um LOOPBACK irritante, o qual foi inserido no Sistema de Atendimento da Ultrapassada Central de Telefones do QUARTEL CENTRAL GERAL da Polícia Militar do Piauí, do que receber o ATENDIMENTO DIGNO com a AGILIDADE, EFICIÊNCIA e TEMPO RESPOSTA IMPLACÁVEL CONTRA A CRIMINALIDADE, beneficiando assim toda uma comunidade que clama pela preservação da LEI e da ORDEM PÙBLICA. 

Todos os CIDADÃOS que desejam resolver questões emergentes de INSEGURANÇA PÚBLICA têm seus DIREITOS assegurados no artigo 144 da Constituição Federal de 1988. 

O QUE DIZ A GRAVAÇÃO DA CENTRAL TELEFÔNICA DO COPOM

QUE FUNCIONA DENTRO DO QUARTEL CENTRAL GERAL DA PM/PI? 

A gravação da CENTRAL TELEFÔNICA da POLÍCIA MILITAR DO PIAUÍ  informa o seguinte: “A PM/PI É A GUARDIÃ DA SOCIEDADE”. 

Mas guardião de qual sociedade? 

Se nem ela mesma tem competência e preparo para guardar a si mesma das ações das organizações criminosas, como explicar tal afirmação? 

Na verdade, a Polícia Militar do Piauí não está sendo GUARDIànem dela mesma, que dirá da sociedade piauiense que reclama com razão da péssima prestação de serviços de segurança pública, pois o cidadão não tem mais seus DIREITOS CONSTITUCIONAIS assegurados como manda a LEI. 

Na gravação telefônica da PM/PI, que toca em sistema da Central Telefônica em MODO LOOPBACK, são usadas citações do programa "RONDA CIDADÃO", extinto ao final da gestão do então governo de Wilson Martins (PSB-40/PI), quando este saiu para disputar uma vaga como SENADOR DA REPÚBLICA em meados de Abril de 2014. 

Desde Abril de 2014 até a presente data, a Companhia “RONDA CIDADÃO” permaneceu EXTINTA, e, portanto, as informações da CENTRAL TELEFÔNICA a respeito desta companhia dentro da POLÍCIA MILITAR DO PIAUÍ é FALSA, IMORAL e ENGANOSA à toda  a comunidade de Teresina. 

É muita falta de caráter na gestão Administrativa do atual governador W.Dias(PT/PI), que assumiu o governo em 1º de Janeiro de 2015, permitir e compactuar com o atraso de ações corretivas de seu secretário de segurança Pública, o deputado Federal eleito Fábio Abreu. 

Tais informações são falsas e não pode fazer parte de uma gravação dentro de um sistema de espera telefônica da Polícia Militar do Estado do Piauí. 

Pois o de sempre, é prometer o que não pode ser cumprido, ou oferecer em seu cardápio indigesto aquilo que não existe, promovendo um total desserviço à própria corporação da POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO PIAUÍ. 

O PÉSSIMO ATENDIMENTO DA CENTRAL TELEFÔNICA DO COPOM,

TRANSMITE INFORMAÇÕES FALSAS E GERA INSATISFAÇÃO. 

Senão isto, assista ao vídeo abaixo postado nas Redes Sociais por um cidadão teresinenses que deixou de ter indignação contra a POLÍCIA MILITAR DO PIAUÍ, passando a ter espírito de REVOLTA GENERALIZADA contra a tamanha incompetência da corporação militar, que a cada dia se mostra ser apenas um cabide de empregos e despesas ao erário público, quando age de forma omissa, negligente, e, portanto, conivente com a criminalidade. 

Para dar espaço ao avanço da criminalidade, basta a Policia Militar, Civil e autoridades cruzares os braços, assistindo o CAOS SOCIAL tomar de conta de tudo e de todos. 

Isto se dá quando as ações da Polícia Militar do Piauí se pautam no ritmo negativo da gestão desastrada do Governador W.Dias(PT/PI), o que tira a soberania de INSTICUIÇÃO MILITAR CENTENÁRIA, para atuar apenas com mero status de  "agentes de segurança pública desmilitarizados", ou até mesmo de fantoches dos desmandos ou bel prazer do governador. 

INTERNAUTAS DO PORTAL DO CENTRO RELATARAM

CRÍTICAS DOS ATENDENTES DO COPOM DA PM/PI,

CONTRA DELEGADOS DA CENTRAL DE FLAGRANTES. 

Segundo atendentes do COPOM da PM/PI, os quais não se identificam à quem liga para solicitar providencias contra a INSEGURANÇA PÚBLICA, uma situação de CONFLITO ou CRISE INSTITUCIONAL entre a FORÇA POLICIAL MILITAR e DELEGADOS DA CENTRAL DE FLAGRANTES DE TERESINA, vem colocando obstáculos na agilidade da prestação do serviço do atendimento das ocorrências solicitadas pelo telefone à PM/PI.

A reclamação se dá pelo fato da exigência da CONDUÇÃO COERSITIVA DA VÍTIMA e de TESTEMUNHAS até a CENTRAL DE FLAGRANTES, como forma condicionada ou obrigatória para que as partes resolvam o problema de PERTURBAÇÃO DO SOSSEGO PÚBLICO causado pelos DONOS DE PAREDÕES DE SOM AUTOMOTIVO. 

Outra reclamação dos atendentes do COPOM informada a nossa reportagem, foi o fato da Polícia ir até o local onde se encontra o PAREDÃO DE SOM AUTOMOTIVO abusando do volume de som, e depois de advertir o proprietário do veículo e sair do local, tudo volta a ficar ainda mais PROBLEMÁTICO pelo total destemor dos infratores, também configurados na LEI como CONTRAVENTORES.

Além de tudo isto, mais uma nova reclamação dos atendentes do COPOM referem-se à EXAUTIVA DEMORA nos procedimentos da CENTRAL DE FLAGRANTES, comprometendo a GUARNIÇÃO DA POLÍCIA MILITAR a acompanhar todo o procedimento de instauração de INQUÉRITO, o que a mantém fora das ruas em suas atividades de PARTULHAMENTO OSTENSIVO, PRENVETIVO E REPRESSIVO. 

Segundo conversas com policias militares, este fato já existe há muito tempo entre Policias Militar e Delegados da Polícia Civil do estado do Piauí. 

AGORA SE PERGUNTE: Como aceitar que cidadãos de bem já em situações de alto risco diante da criminalidade, após solicitar a ação de PATRULHAMENTO OSTENSIVO, PREVENTIVO E REPRESSIVO DA POLÍCIA MILITAR, com intuído de coibir os ABUSOS DOS DONOS DE PAREDÕES DE SOM AUTOMOTIVO, ser obrigado a se deslocar à CENTRAL DE FLAGRANTES DE TERESINA como VÍTIMA e ainda arrolar uma TESTEMUNHA para que todos fiquem cara a cara com os tais infratores da LEI, sabendo que depois de sair de lá poderão ser alvos de vingança? 

Como aceitar que a instituição POLÍCIA MILITAR DO PIAUÍ não prepare direito seus policias a altura da demanda social, para que de fato sejam GUARDIÕES DA LEI E DA ORDEM PÚBLICA, quando nem mesmo sabem de suas responsabilidades legais e dos artigos da LEI? 

Se o agente de polícia militar vai a um local, atendendo o chamamento do COPOM/PM/PI que foi motivada por uma solicitação do próprio cidadão em risco, a GUARNIÇÃO POLICIAL tem FÉ PÚBLICA e AUTORIDADE para SER A PRÓPRIA TESTEMUNHA do que foi DENUNCIADA pelo CIDADÃO que solicitou providências à CENTRAL TELEFÔNICA 190. 

Diante dista importante verdade, qualquer delegado que se preze, e que ainda realmente esteja ao lado da sociedade de bem, deverá fazer a respectiva AUTUAÇÃO com base na LEI, RESPEITANDO a própria ação do POLICIAL MILITAR, que sem duvida é, a TESTEMUNHA ocular das infrações cometidas por DONOS DE PAREDÕES DE SOM nas ruas de Teresina ou das cidades do Piauí. 

Por conta das DIVERGÊNCIAS e CONFLITOS INSTITUCIONAIS entre POLICIA MILITAR e POLICIA JUDICIÁRIA, pode-se explicar a total desmotivação na preservação da LEI e da ORDEM PÚBLICA. 

DIANTE DO EXPOSTO, ASSISTA ABAIXO O POST PUBLICADO POR UM INTERNAUTA REVOLTADO COM O DESCASO DO SERVIÇO 190

 

O PÉSSIMO ATENDIMENTO DO 190 DA POLÍCIA MILITAR DO PIAUÍ

COLOCA EM RISCO A VIDA DE TODA UMA SOCIEDADE,

ENVERGONHANDO A IMAGEM DA PRÓPRIA CORPORAÇÃO. 

A Polícia Militar do Piauí está muito mal preparada para atender OCORRÊNCIA POLÍCIAIS nestes casos, colocando pessoas de bem em total descrédito quanto a FUNÇÃO, CUMPRIMENTO DO DEVER DE OFÍCIO e COMPROMISSO da CORPORAÇÃO MILITAR em preservar a LEI e a ORDEM PÚBLICA.  

MELHOR SERIA COLOCAR O EXÉRCITO NAS RUAS PARA ASSUMIR DE VEZ AS AÇÕES DE SEGURANÇA, GARANTIA DA PRESERVAÇÃO DA LEI E DA ORDEM PÚBLICA, ACABANDO DE VEZ COM BATALHÕES DE POLÍCIA MILITIAR E DELEGACIAS DE POLÍCIA CIVIL, HÁ MUITO TEMPO EM ATRITO UMA COM OUTRA POR CONTA DE BUROCRÁCIAS E BRECHAS NA LEI. 

Vários casos gravíssimos aconteceram na noite do dia 24 de Dezembro de 2016 em toda a cidade de Teresina, atestando que a POLÍCIA MILITAR DO PIAUÍ não tem preparo, autoridade e eficiência para assegurar ao cidadão teresinense ou piauiense, o cumprimento do ARTIGO 144 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988,  O ARTIGO 42  DA LEI DE CONTRAVENÇÕES PENAIS, O ARTIGO 54 DA LEI DE CRIMES AMBIENTAIS (LEI FEDERAL Nº 9.605/1998), e ainda, A NOVA RESOLUÇÃO DO CONTRAN DE NÚMERO 624/2016 que prevê a apreensão do PAREDÃO DE SOM, a habilitação do dono do Veículo e sua condução coercitiva para a delegacia sem que VÍTMAS ou TESTEMUNHAS sejam conduzidas também. 

Os DONOS DE PAREDÕES DE SOM sabem que o PATRULHAMENTO OSTENSIVO, REPRESSIVO E PREVENTIVO DA POLÍCIA MILITAR DO PIAUÍ não funciona direito, e por conta disto, ABUSAM da LEI e da ORDEM PÚBLICA, promovendo suas próprias razões, a DESORDEM PÚBLICA e AGRESSÕES AMBIENTAIS no HORÁRIO NOTURNO até o amanhecer, e possivelmente outros delitos mais graves.  

Além disso, logo que o SISTEMA DA CENTRAL TELEFÔNICA DO 190 ATENDE O CIDADÃO e o COLOCA EM ESPERA, já avisa que a PM/PI “ESTÁ COM MUITOS CHAMADOS EM ATENDIMENTO(?), além de dar informações falsas na gravação, como já informamos acima.  

Não só isso, mas a falta de interesse dos policiais de plantão 190 é gritante, segundo as informações que chegaram até nossa reportagem por meio de nossos leitores. 

Um deles informou ter ligado mais de 20 vezes para conseguir o atendimento policial, prestado com má vontade e preguiça,  como se o CIDADÃO estivesse pedindo algum FAVOR  à INSTITUIÇÃO POLICIA MILITAR DO PIAUÍ.  

É dessa forma que GESTÃO do desgoverno de W. DIAS(PT/PI), com status comunista atua, reduzindo o DIREITO CONSTITUCIONAL DA SOCIEDADE a nada, e, expondo cidadãos a serem alvos em potenciais de criminosos. 

JORNAL DO CENTRO 

DO TAMANHO DO BRASIL

 

TERESINA SUL/PI

25.12.16